SABOR DE MABOQUE - NDAPANDULA MAMA ÁFRICA

SABOR DE MABOQUE - NDAPANDULA MAMA ÁFRICA

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Obrigada Marina!



"Olá Dulce,

há poucos dias estive com minha mãe em São Paulo (moro no interior, em
Cruzeiro), e por insistência dela "rodamos" por várias livrarias até encontrar "Sabor de Maboque". Só agora, lendo seu livro, entendo porque ela queria tanto comprá-lo.
Estou na página "149" e não consigo parar.
Como me emocionei com sua história, sua narrativa, parece que te conheço há anos.
O dia 26 de setembro de 1975 foi marcante na minha vida também...

...Parabéns pelo sucesso do livro.
Muitas felicidades.
Marina"
*

Obrigada pelo carinho de partilhar comigo suas emoções Marina!
*
*****
*

10 comentários:

  1. Já, já o Sabor de Maboque vai estar no meio dos indios, lá na Amazônia!rsrsrsrs
    Bj
    Irene

    ResponderExcluir
  2. E como vai, Irene!!!Se bem sei tem um "grupo de voluntários" que já estiveram por lá, e se voltarem com certeza o Sabor de Maboque irá junto!!!Certo Dulce? Beijos e parabéns ao seu belo trabalho!E muito chique vc, como sempre!

    ResponderExcluir
  3. Sabes Dulce, a tua história ...Cheguei ao capítulo (15 de Agosto de 1975) Eu bem como a minha família saí de casa (Cela em 14 de Agostode 1975, andamos apenas poucos km (10/12) e ficamos em casa do Padre Freire na Sé Nova, de onde saímos em 15 de Agosto depois da Missa que devia ser de festa , só que apenas teve Padre Freire a minha família , mais 3 amigos > Preciso de comprar vários livros para levar para Portugal, só que n posso esperar 30 dias. Os meus parabens pelo teu livro, divulga-o, pois vai precisar de + edições, não só para quem viveu em Angola, mas para mt gente que nos olha hoje com outros olhos e não de soelaio

    ResponderExcluir
  4. José Benedito Flores Freitas19 de novembro de 2010 09:18

    Eu não queria ser ano´nimo, mas como aprendiz destas coisas, lá fui ano´nimo, sou o José Benedito Flores Freitas, passei mt vezes por Silva Porto , era uma cidade mt bonita, escrevi o comentário atrás

    ResponderExcluir
  5. Irene
    Você acredita que antes de ser editado, o Sabor de Maboque esteve no meio dos indios em plena selva Amazonica? :)Te conto por email tudo isso, daqui a uns minutos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Antonia,
    saudade de vc!
    O Sabor de Maboque já esteve lá sim e talvez volte, pq não!:)
    E qdo aparece na conf para tomar um cafezinho? Esqueceu o horário?:)))
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Não há mestre que não tenha sido aprendiz meu caro José Benetito!
    Bem-vindo e se desejar me mande um email (dulce@mpcnet.com.br) para conversarmos sobre os livros que deseja e o que posso fazer para agilizar o prazo de entrega.
    Obrigada por sua visita
    Abraço

    ResponderExcluir
  8. José Benedito Flores Freitas21 de novembro de 2010 12:14

    Olá Dulce, estou quase a acabar de ler o teu livro. Estou lendo alto para meu irmão que está de cama, nós 2 nos emocionamos, de vez em quando digo para ele vou à janela, mas é apenas porque naquele mm não posso continuar

    ResponderExcluir
  9. José Benedito Flores Freitas21 de novembro de 2010 12:32

    Olá Dulce, estou quase a acabar de ler o teu livro. Estou lendo alto para meu irmão que está de cama, nós 2 nos emocionamos, de vez em quando digo para ele vou à janela, mas é apenas porque naquele mm não posso continuar

    ResponderExcluir
  10. Emocionante seu depoimento José!
    OBRIGADA

    ResponderExcluir