SABOR DE MABOQUE - NDAPANDULA MAMA ÁFRICA

SABOR DE MABOQUE - NDAPANDULA MAMA ÁFRICA

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Vancouver Public Library

 Foto de bulliver, no Flickr, sob licença Creative Commons





Fotos de daniela.bartosova, no Flickr, sob licença Creative Commons




O dia tinha tudo para terminar tão mormacento como havia começado, não fosse a mensagem que recebi via comentário no post do dia 05 deste janeiro:


“São coincidências demais.
Peguei ontem na biblioteca central de Vancouver o Sabor de Maboque, terminei já de manhã mas não satisfeita pesquisei maboque e maboqueiro e ... lá estava o mesmo livro na mão da Bé.
Não nasci eu Angola, sou penicheira mesmo mas por casamento colecionei saberes e afetos angolanos, são centenas os slides, postais e um álbum de fotografias de Angola e especialmente de Nova Lisboa que eu teimei em guardar para a Maria Monica.
Para a autora o meu obrigado,
Para a Bé um abraço, até um dia destes.”

Mais duas leituras consecutivas se fizeram necessárias, para ter certeza de que havia interpretado corretamente e na sequência entre curiosa, incrédula e ansiosa entrar no site da Vancouver Public Library e encontrar 2 exemplares do Sabor de Maboque, entre o acervo de aproximadamente 1.3 milhões de títulos e regozijar-me por só haver um deles disponível, uma vez que o outro certamente ainda estava nas mãos da comentarista deste meu blogue, passando assim a fazer parte dos respeitáveis 8 milhões de itens que a biblioteca empresta por ano.

Talvez mais por falta de tempo do que  pouca habilidade, a internet ainda é um recinto onde tenho uma considerável dificuldade para me movimentar e só há pouco tempo fui alertada por um blogueiro veterano e muito didata, para uma ferramenta interessante deste espaço, que nada mais é do que ter acesso a vários itens de pesquisa. É assim, entrando nas estatística do blogue, que há dias venho percebendo um aumento significativo dos acessos provenientes do Canadá.

Obrigada querida Anônima, que pelo que depreendi é progenitora de Maria Monica, por ter ensolarado e colorido meu dia.

13 comentários:

  1. Remorso Canadiano por terem ensinado tão mal a guerrilha a assumir o poder, será? Dois é pouco. Deveriam comprar two thousand editionszszszszszsz

    ResponderExcluir
  2. Vai daí que se isso acontecer faremos two thousand dinners, como o do ultimo sábado....mas com cardápio variado e circulo muiiiiiiiiiito alargado!:)))
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, Dulce. É uma grande satisfação. E muito gratificante.
    *

    ResponderExcluir
  4. Dulce, a Biblioteca Nacional do Canada tem um excelente acervo de títulos em língua portuguesa, os quais através do "Multilingual Biblioservice" em Ottawa, fornece as bibliotecas públicas das diferentes províncias.
    Na década de 80 fui responsável, em Ottawa Ont, pela aquisição, catalogação e distribuição desses exemplares por todas as bibliotecas do país. O número de exemplares existente em cada província depende da procura do mesmo. Será interessante verificar em quantas bibliotecas está representado o "Sabor de Maboque". A circulação dos títulos pelo país fazia-se mensalmente, hoje, poderá ser diferente.
    Na época,cada idioma representativo da população emigrante, tinha um responsável, que não era necessariamente um bibliotecário. Privilegiavam os emigrantes de primeira geração, universitários, capazes de catalogar, conhecedores de inglês e francês.
    Eu tive a sorte de reunir estas condições e foi uma das experiências mais ricas da minha vivência canadiana.:)

    ResponderExcluir
  5. De nada Dulce!
    O seu livro foi catologado em Dezembro de 2010 e esta disponivel no departamento de portugues da VPL, o que eles chamam de departamento de portugues sao alguns escaparates que nos dividimos lado a lado com a lingua punjabi porque tudo esta por orderm alfabetica.
    Sabado passo por la, tiro umas fotos e envio para voce.
    Abraco de vancouver, hoje com muita neve.

    ResponderExcluir
  6. OBRIGADA* por vibrares comigo Espumante!

    ResponderExcluir
  7. Que experiencia...que inveja GJ!:)
    Obrigada pelas informações.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Querida Anônima,
    um abraço tão carinhoso, mesmo com muita neve certamente é quentinho. Fico aguardando as fotos!
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Dulce
    Como fiquei feliz por si minha querida! Esse seu livro já não me vai escapar!
    Muitos parabéns e disfrute bem esse seu dom.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. bacouca,
    breve estarei em Lisboa para um evento de divulgação do livro. Quem sabe você pode ir para nos darmos um braço!
    Beijão

    ResponderExcluir
  11. Ola Dulce!
    Ontem a MM enviou tres fotos do seu livro na VPL.
    Colocamos no escaparate do meio que e o dos destaques, demos uma mexida e colocamos entre Jorge Amado e Mia Couto, espero que goste da companhia.
    Eu conheci O Mia e alem de biologo e escritor e lindo!!!!
    Um abraco.

    ResponderExcluir
  12. Obrigada MM.
    Adorei a companhia!
    beijos

    ResponderExcluir
  13. Dulce essa notícia foi de arrepiar! Nossa, que bom que seu coração é forte Da-lhe emoções tão poderosas e prazerosas!!!!!!!
    Bjokas

    ResponderExcluir