SABOR DE MABOQUE - NDAPANDULA MAMA ÁFRICA

SABOR DE MABOQUE - NDAPANDULA MAMA ÁFRICA

sábado, 22 de maio de 2010

Vila do Conde 8/Maio/2010

.......
.
.......
35 anos?!?!?
Sim...empiricamente foi sim, não há como negar, mas emocionalmente eu afirmo que vivenciei cada reencontro como se ontem tivesse sido nosso ultimo “adeus, até amanhã” no final da ultima aula no Liceu Nacional Silva Cunha ou após o ultimo golinho de uma bica na Primor.
Temos cabelos grisalhos, aparentes ou encapados por colorações artificiais, ou até mesmo a falta deles, mas houve trocas de sorrisos e gargalhadas, em profusão e límpidas como as das crianças.
Temos pequenas massas adiposas alterando nossos perfis de outrora, mas nada modificou a fluidez de nossa permuta de sentimentos...e que sentimentos!
Temos a pele vincada por algumas linhas que realmente denunciam a passagem desse tal do tempo, mas nada trincou nossos laços.
Em cada abraço, uma gavetinha da memória se abriu e um arquivo explodiu, desorganizado a principio, mas com a participação de todos, logo cada lembrança se acomodou agradavelmente em seu perfeito espaço, entre uma emoção, um sorriso, um abraço, um beijo, uma dança, uma malandrice....
Este reencontro foi como a primavera.
A neve que mantinha vocês e toda uma imensa espiral de sentimentos que nos unem,hibernados em mim, derreteu depois deste longo inverno de três décadas e meia, fazendo brotar tudo e um a um, com maestria de cor e alegria.
Não houve mágica...havia AMIZADE !
Caros amigos de ontem, de hoje e mais do que nunca certa estou de SEMPRE, vocês me proporcionaram a mais doce e intensa ressaca emocional, que para sempre guardarei em minha memória, agora em polvorosa pela nossa próxima tertúlia.
OBRIGADA
.......
.
.......

15 comentários:

  1. João Carlos Duarte22 de maio de 2010 17:21

    Foi para mim gratificante e penso que para todos, atravessares o oceano para reviveres com toda a emoção, todos aqueles que, em paragens de outras latitudes deixaram uma adolescente aparentemente "frágil" e reencontraram uma mulher consciente, forte e decidida.

    No silêncio de cada abraço, cartografavas no teu cérebro, memórias indeléveis de tempos que não regressam.

    Fruto de infortúnio dos tempos e dos homens, perdeste uma "mala de cânfora" cheia de imagens gratas da tua infância e adoslência. No entanto, encontras-te, deste lado do oceano, uma caixinha preciosa e cheia de magia. Nunca deites fora a chave!

    Do teu "perfurmado" livro já muito foi dito.
    Quero aqui lembrar, quanto foi bom, à nossa "alma", revisitar um quadrante dum tempo diferente e reviver toda aquela cascata de imagens, sons, cheiros e sabores tropicais!

    Para que a tua consciência seja sempre reflexo de voluntariedade e persistência e caminhe de mão dada com a tua própria vontade.

    Que bons ventos, soprem sempre a teu favor!

    Obrigado Dulce, pela teu carinho e amizade.
    João Carlos

    ResponderExcluir
  2. Dulce,

    Só te consigo dizer isto.
    Não são 35 anos nem o Atlântico que nos separam!
    É o mais nobre e eterno sentimento que nos une: a amizade desinteressada, genuína, da infância e da juventude. Aquela que o tempo não apaga. Porque a nossa memória se lhe sobrepõe.
    Por isso, não tens que agradecer.
    Porque é dádiva de todos nós, tu incluída, que brota proficuamente de todos para todos.

    Um beijo
    Viriato

    ResponderExcluir
  3. Dulce,
    Felizes de nós, que a vida nos deu esta oportunidade. Acho que só pode ter sido para nos compensar por tantos e tão pérfidos estragos causados pelo corte brusco imposto aos nossos sonhos e ilusões. E ainda que os nossos percursos tenham sofrido uma profunda fractura e tenhamos sido lançados sabe-se lá em que destinos impensáveis, a verdade é que subsistiu, e aí esta Vila do Conte, 08 de Maio de 2010, para o provar, um sentimento intacto: a nossa, de todos, AMIZADE. Bem Hajas

    ResponderExcluir
  4. ...aguardava que por aqui aparecesses e deixasses a tua vivência do 8 de Maio em Vila do Conde...
    Os colegas anteriores disseram quase tudo o que há para dizer...porém mesmo sendo a mais "Kota" dos kotas presentes...senti como se dezoito anos tivesse, porque o "reencontro" foi repleto de tudo aquilo que une os verdadeiros AMIGOS...carinho, emoção, alegria,solidariedade,respeito e muita muita AMIZADE.

    beijão e...até Julho.

    ResponderExcluir
  5. João, Viriato, Alexandra e Midá
    Que delicia poder dizer um até breve...até Julho...:)) bjs

    ResponderExcluir
  6. Parabens pela conquista e continue sua luta! Quero divulgar seu livro no meu blog... vamos conversar??

    ResponderExcluir
  7. Olá, me chamo Gláucia e acabei de assistir a sua entrevista no Mais Você. Adorei saber um pouco sobre a sua história e de tantas outras pessoas. Me emocionei muito! Parabéns pelas conquistas e que você possa sempre realizar seus sonhos.
    Com absoluta certeza irei comprar seu livro, fiquei muito curiosa com essa história, e pode deixar que assim que eu terminar irei voltar ao seu blog pra deixar um comentário.
    Beijos e Sucesso com o livro!

    ResponderExcluir
  8. Achei muito lindo o programa feito com você no Mais Você, sou genuianamente brasileira, não passei por nada grave, más fiquei muito sensibilizada com todos vocês, afinal quando isso aconteceu eu era uma criança, e tão pouco te interessei pela história. Senti na pele, o que seria de mim, se a minha história tivesse se apagado como a sua? Parabéns pela sua fibra. Solange Valentim, Natal / RN

    ResponderExcluir
  9. João Carlos Duarte5 de junho de 2010 11:41

    Foi com admiração e orgulho que vi no YOU TUBE, a tua entrevista no programa da Ana Maria Braga.... "cinturinha de borboleta" !!!!!!
    Eh!Eh!Eh!Eh! Adorei!
    Tiveste muito bem, segura e com uma visão para o futuro da nossa terra mais realista!
    João Carlos

    ResponderExcluir
  10. De Cordeiro
    Não consegui entrar no seu blog:)))

    ResponderExcluir
  11. Obrigada Glaucia
    E vou ficar esperando o seu comentário pós leitura...
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Obrigada Solange
    Espero que nunca tenha que viver nenhuma situação similar, mas se acontecer que possa dela extair grande aprendizado.
    beijo

    ResponderExcluir
  13. Obrigada João
    Essa da "cinturinha de borboleta" está me valendo muitas gargalhadas, quase tão boas como as que demos em Vila do Conde!!!!
    beijo grande

    ResponderExcluir
  14. Dulce, querida, eu não te vi no YOU TUBE, vi-te em directo na TV e não imaginas a emoção... revi-nos há 35 anos!! até convidei pessoa para verem o programa comigo, só para ter o orgulho de dizer "esta sra é MINHA AMIGA!!"
    Uma vez mais, PARABÈNS minha querida amiga. ESpero poder abraçar-te em breve.
    bjinhos
    Luísa

    ResponderExcluir
  15. Luisa
    Como espero por esse abraço!!!
    bjs

    ResponderExcluir