SABOR DE MABOQUE - NDAPANDULA MAMA ÁFRICA

SABOR DE MABOQUE - NDAPANDULA MAMA ÁFRICA

domingo, 1 de maio de 2011

Sabor de Maboque-made in Portugal



Acabo de assinar contrato com a editora portuguesa Dinalivros.

Breve sairá a primeira edição “made in Portugal” de meu livro “Sabor de Maboque”, que no Brasil já está na terceira edição.
A pedido da editora, um subtítulo deverá ser adicionado na capa, com o objetivo de descortinar um pouco mais o conteúdo da narrativa e para isso conto com a ajuda de todos vocês, leitores deste espaço que hoje beiram a média diária dos 100.
Quem ainda não leu o “Sabor de Maboque”, poderá opinar depois de dar uma espiada na sinopse do livro:
http://sabordemaboque.blogspot.com/2009/06/sabor-de-maboque-sinopse-dois-meses.html

Aguardo ansiosa as sugestões de vocês através dos comentários do blog ou pelo email: dulce@mpcnet.com.br

O autor do subtítulo aprovado pela editora ganhará um livro sobre o cantor angolano Paulo Flores/O Talento da Utopia.

22 comentários:

  1. Olá Dulce. Parabéns por mais esta etapa. Vou pensar com muito carinho e depois dou meu palpite.Acompanho este blogue quase diariamente daqui de Espinho e já li o livro, do qual tenho presente cada linda e emocionante palavra que muito me lembraram histórias contadas por meus pais.
    Abraço
    Inês Sousa

    ResponderExcluir
  2. As heranças culinárias não só de Portugal, com o passar dos tempos e novos ingredientes foi enriquecida.
    Hoje sua cozinha combina sabores e tradições.
    Assim, SABOR DE MABOQUE resgata essas memórias: Olfativas, gustativas e emocionais, oferecidas em págimas como fatias de um relato por anos adormecido.

    PS. Dulce, sou encantada com sua historia, seu livro é maravilhoso e você merece todo sucesso do mundo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Gosto de fado tropical mas ai vamos ter que pedir autorizacao ao chico buarque, nao?????
    Pela carga emocional, pela epoca dos acontecimentos registados no livro e onde acontece, nos dois lados do atlantico sul... para mim so pode ser:
    FADO TROPICAL!!!!!

    Do Canada com muito carinho

    ResponderExcluir
  4. Dulce

    li seu livro já conversei com você por e-mail identifiquei sua história com a minha e talvez muitos mais, também acho que foi essa a grande função do livro, portanto deixo aqui minha sugestãode subtítulo Histórias na história memórias de Angola.

    Beijos Cecilia

    ResponderExcluir
  5. Dulce, minha querida amiga, uma vez mais estás de parabéns! vou pensar no assunto com muito carinhos e depois digo alguma coisa...

    Beijo grande desta terra que te viu nascer!

    Luísa

    ResponderExcluir
  6. (A história de um Verão Quente)

    ResponderExcluir
  7. O cacimbo da memória

    Cacimbo porque que era inverno, cacimbo porque é triste (há alguma coisa mais triste que o cacimbo?) e memória... porque é nela que guardamos as recordações. Mesmo as tristes e invernosas como as dos acontecimentos que descreves)

    João Semserdogrão

    ResponderExcluir
  8. Olá!!! Cá estou para palpitar!! Um subtitulo:

    Os segredos da Mala de Cânfora.

    Gostou? Bjs grande!!!

    ResponderExcluir
  9. Africa, subitamente

    Manuel Joaquim

    ResponderExcluir
  10. "A doce magia africana, nos sabores amargos da vida"

    Joaquim Tripeça Monçó

    ResponderExcluir
  11. "Sabores e segredos de uma jovem adolescente no remoinho africano"

    Oi Dulce, talvez este subtítulo só seja entendível para quem já leu o livro, de qualquer maneira aqui vai ele. Beeeeijos

    Fernanda Monzaraz

    ResponderExcluir
  12. "Autobiografia de um tempo achado"

    Beijinho, Dulce. ;)

    ResponderExcluir
  13. 'Novelos africanos marcando a universalidade da vida de todos nós'

    Boa sorte, Dulce

    Inocência Maldonado,Figueira da Foz

    ResponderExcluir
  14. Sofia Ponce Leão3 de maio de 2011 23:40

    (memória agridoce da magia africana)

    SPL - Cascais

    ResponderExcluir
  15. Subtitulo: "A degustação das emoções perdidas"

    Conforme prometi Dulce,aqui vai a minha sugestão.

    Beijinhos.
    Lúcia Ramos

    ResponderExcluir
  16. Querida Dulce,
    Estamos aqui pensando...na minha família , "Sabor de maboque" foi recordar, reviver, reafirmar para os filhos a nossa história. Então lá vão algumas sugestões:

    - O resgate de memórias agridoces
    - O despertar de memórias agridoces
    - O gosto agridoce de lembranças adormecidas
    - Baú de lembranças agridoces, revivido 35 anos depois
    - Lembranças por trás do gosto agridoce
    - Resgate de retalhos angolanos

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  17. João Carlos Duarte7 de maio de 2011 14:26

    Olá minha querida Amiga!

    Uma vez que a edição é "Made In Portugal" não há nada como acrescentar, um bom cheirinho de alecrim!
    SABOR DE MABOQUE
    "Fruto meu jardim com cheirinho de alecrim!"
    .
    Um beijo.
    João Carlos

    ResponderExcluir
  18. João Carlos Duarte8 de maio de 2011 09:05

    Olá Dulce,

    SABOR DE MABOQUE
    " Fruto do meu jardim..agora com cheirinho a alecrim!"
    .
    O "Jardim" que foi toda a tua infância e adolescência em Angola, pleno de memórias boas e más... agora revisitado e publicado no país de com cheirinho a alecrim!
    .
    Um beijo
    João Carlos

    ResponderExcluir
  19. Tia...

    Me veio um subtítulo na cabeça...e resolvi postar aqui..

    "A libertação de uma alma em busca de sentido."

    Não sei se faz sentido pra vc...hehe...mas, veio! Não podia guardar pra mim!!!

    Um beijo enorme,

    Déia!

    ResponderExcluir
  20. Obrigada a todos e continuo esperando novas sugestões até 21 de maio.
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. A memoria do paladar ditando uma estoria de vida.
    A memoria do paladar resgatando uma estoria de vida.
    Sabor de fruta adocando um coracao distante da terra natal.
    A casca dura dos que resistem protegendo a docura do coracao.
    Essas sao minhas sugestoes Dulce!
    bjs

    ResponderExcluir
  22. Sugiro o subtítulo -Angola, o final da era colonial.

    ResponderExcluir